ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS EM TUBULAÇÕES

ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS EM TUBULAÇÕES

CRESCIMENTO DE ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS EM TUBULAÇÕES

REALIZAÇÃO DA TÉCNICA É ALTA EM SEGMENTOS INDUSTRIAIS E COMERCIAIS

Os ensaios não destrutivos em tubulações são meios de realizar testes para avaliar o funcionamento e a qualidade do produto sem que, para isso, seja preciso danificar algum pedaço dos tubos. O objetivo principal é descobrir se há alguma parte danificada ou defeito no mesmo.

Os ensaios não destrutivos em tubulações não danificam os produtos para uso posterior, pois lidam com técnicas que não mexem na constituição do mesmo. Essa é a maneira mais utilizada para observar algum problema em uma tubulação, principalmente de gás.

O nome do teste mais utilizado é chamado de estanqueidade. Alguns outros modelos realizados são: inspeção visual, líquidos penetrantes, emissão acústica e ultrassom. Para cada técnica, um tipo de equipamento auxiliar é utilizado.

No entanto, outros ensaios não destrutivos em tubulações podem ser realizados para avaliar se algum vazamento está ocorrendo e prejudicando a segurança do local e o funcionamento do equipamento. Por se tratar de um líquido inflamável, ao menor sinal de odor característico é preciso ter atenção e cuidado na manipulação dos mesmos.

Por isso, para realização de ensaios não destrutivos em tubulações é preciso que uma empresa de qualidade seja contratada. Ela será responsável por realizar os testes, para ao final emitir um laudo que comprove o bom funcionamento.

Mesmo que, durante os ensaios não destrutivos em tubulações, as empresas encontrem alterações significativas, elas mesmas já podem realizar o conserto, se forem especializadas nessa etapa também. Assim, os equipamentos terão seu uso estendido com qualidade comprovada. A base em normas e critérios de legislação é essencial para comprovar a eficiência das empresas contratadas.

A escolha dos ensaios não destrutivos em tubulações sofre variação por depender das propriedades físicas dos tubos. Os mais recentes são constituídos por cobre e podem ter sua observação simplesmente realizada. Já, aqueles que envolvem materiais como ferro galvanizado podem apresentar mais dificuldade de observação visual ou problemas na constituição que podem ser reparados.

É importante que os ensaios não destrutivos em tubulações sejam realizados com segurança de modo a evitar qualquer risco para os trabalhadores e para as pessoas que estiverem no mesmo local. Por isso, observar o grau de vazamento anterior é passo importante para que o teste de estanqueidade apresente resultados satisfatórios.

PARA SABER MAIS SOBRE ENSAIOS NÃO DESTRUTIVOS EM TUBULAÇÕES ENTRE EM CONTATO COM A BM INDUSTRIAL

Ligue para 55+ (19) 3282-0033 | 55+ (19) 3281-1046 ou pelo e-mail contato@bmindustrial.com.br.